MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
PUBLICIDADE

COIFEODONTO

COIFEODONTO
TIMBIRAS DA SORTE

terça-feira, 31 de maio de 2016

SÃO VICENTE FÉRRER - MPMA requer condenação de ex-prefeito por improbidade

João Batista Freitas não apresentou prestação de contas do exercício financeiro de 2012

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 4 de maio, Ação Civil Pública (ACP) por ato de improbidade contra o ex-prefeito de São Vicente Férrer, João Batista Freitas, em razão de o gestor não ter apresentado a prestação das contas municipais, referente ao exercício financeiro de 2012. Nesse período, foram repassados R$ 27.680.043,64 ao Município.

Além de não ter encaminhado a prestação ao Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE), Freitas não entregou uma via da documentação ao Poder Legislativo local. As omissões levaram o Tribunal a declarar, em 2013, a inadimplência do ex-gestor.

"Ao não prestar contas do exercício financeiro de 2012 perante os órgãos de controle, entre eles, o Tribunal de Contas do Estado e o Poder Legislativo Municipal, o ex-gestor furtou-se do dever da transparência na administração pública", explica a autora da ação, a titular da Promotoria de Justiça da Comarca, Alessandra Darub Alves.

DENÚNCIAS

A ação foi motivada por denúncias da seção local do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão (Sinproesemma).

As queixas incluíram ilegalidades como a contratação irregular de professores e a má aplicação de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), da ordem de R$ 9.647.905,33.

PEDIDOS

Na ACP, a representante do MPMA solicita a condenação de João Batista Freitas à suspensão de seus direitos políticos em período entre cinco e oito anos e ao pagamento de até cem vezes o valor do salário mínimo vigente.

Outra sanção requerida é a proibição, por cinco anos, do ex-prefeito contratar com o Poder Público e receber benefícios e/ou incentivos fiscais creditícios.

O município de São Vicente Férrer localiza-se a 271 km de São Luís.
 
Redação: CCOM-MPMA

Sistema SAF realiza dia D para a promoção do Programa CNH Rural

O Sistema SAF em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA ) realiza dia 03 de junho, o dia D de mobilização para as inscrições do Programa CNH Rural. O Programa é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio do Detran-MA. Nesta edição, o programa vai beneficiar 2.100 trabalhadores rurais com a gratuidade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria A (motocicletas). As inscrições para o CNH Rural começaram dia 2 de maio e até agora, mais de 2.500 candidatos fizeram a inscrição.

O objetivo do Dia D é facilitar o acesso do trabalhador rural a mais um programa do Governo do Estado que tem grande relevância social. Além dos técnicos da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) e Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), as ações do Dia D contam ainda com o apoio de Sindicatos Rurais, funcionários das Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) e da equipe do Programa Mais IDH, do Governo do Estado.

Durante o dia D, serão realizados atos públicos e atividades para divulgação de informações sobre o CNH Rural nos 14 territórios do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), beneficiando 211 municípios maranhenses. 

Para o secretário de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, o Programa CNH Rural é uma grande conquista para o agricultor familiar, tendo em vista a sua dificuldade em adquirir o documento.

“O Sistema SAF está junto com o Detran-MA nessa jornada e vai reunir as 19 regionais da Agerp com as Ciretrans espalhadas pelo nosso Estado para auxiliar o agricultor familiar na hora da inscrição. O ‘Dia D’ de mobilização do Programa CNH Rural em Caxias, vai servir como um mutirão que ajudará o agricultor a concorrer a uma das 2.100 vagas ofertadas pelo Programa. Procuramos dividir por todos os territórios para atender quase todas as cidades do Maranhão”, explicou.

A diretora geral do Detran-MA, Larissa Abdalla, acrescentou dizendo que juntos o Detran-MA e a SAF são mais fortes. “Resolvemos agir, conjuntamente, numa data específica, onde todos trabalharão em prol dessas inscrições para que mais trabalhadores rurais tenham acesso ao benefício”. A diretora estará no dia 3 de junho com o secretário de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, na cidade de Caxias participando das atividades do Dia D.  

Para participar do Programa, os candidatos devem ter acima de 21 anos, ensino fundamental completo, residir na zona rural do estado e exercer atividade rural. As inscrições do Programa vão até o dia 17 de junho e devem ser feitas na página do CNH Rural:www.detran.ma.gov.br/cnhrural.

--

Assessoria de Comunicação e Eventos - Ascom 
Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF)
Contato: +55 98 9182-3778

Presidente do TJMA empossa novo juiz de Timbiras

A posse ocorreu no Gabinete da Presidência (Foto: Ribamar Pinheiro)


O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Cleones Cunha, empossou, na manhã desta segunda-feira (30), o novo juiz da Vara Única de Comarca de Timbiras, Carlos Eduardo de Arruda Mont’Alverne.

O magistrado foi promovido pelo Pleno do TJMA pelo critério de merecimento. Ele atuava há dois anos na Comarca de Alto Parnaíba. O termo de posse foi lido pela diretora-geral do Tribunal de Justiça, juíza Isabella Lago.

Na magistratura desde o ano de 2009, Carlos Eduardo de Arruda Mont’Alverne – enquanto juiz substituto – passou pelas comarcas de Codó, Coelho Neto, Paulo Ramos, Timon, Vitorino Freire, tendo já atuado, também, em Timbiras.

“Pretendo continuar atuando com o mesmo empenho e responsabilidade, realizando projetos sociais com vistas a renovar o sentimento de Justiça na comarca”, ressaltou.

O desembargador Cleones Cunha desejou sucesso ao magistrado no novo desafio profissional.

Fonte: TJ/MA

O Grupo Muzenza fez as entregas das cestas básicas no sábado na comunidade São Raimundo


Os pontos básico do trabalho da capoeira na comunidade:

O GRUPO MUZENZA DE CAPOEIRA trabalha nas comunidades ou seja nos bairros com o seguinte intuito.

1 Educar pra socializar 

2 Tirar do mundo das drogas e má influências, prostituição e violência.  

3 Trabalho escravo e infantil.

4 Trabalhando com a comunidade e ajudando com, cestas básicas e remédios, deslocamento pra interior pra buscar sacos de arroz, farinha, e etc...

É dessa forma que a capoeira está trabalhando professor

Temos agora 5 polos

Mutirão, Forquilha, Anjo da Guarda, Olaria e a comunidade São Raimundo
E estamos lutando pra ganhar mais cestas básicas pra mais famílias pobres e carentes.




segunda-feira, 30 de maio de 2016

Rubens Jr. acompanha reunião com lideranças e reforça apoio à pré-candidatura do vereador Professor Lisboa

Na tarde do último sábado (28), o vereador de São Luís, Professor Lisboa (PCdoB), reuniu lideranças e colaboradores para tratar do calendário eleitoral e as prioridades para as eleições municipais de 2016. Grande admirador do trabalho realizado pelo vereador, o deputado federal Rubens Jr. (PCdoB), prestigiou o encontro e reforçou o apoio à pré-candidatura de Lisboa na reeleição a vaga na câmara municipal de São Luís.

Rubens Jr. apoiou a candidatura do Professor Lisboa em 2012 e desde então mantém uma relação muito positiva entre os mandatos. “Em um momento tão difícil pelo qual passa a política brasileira, temos que aprender a reconhecer aqueles que se destacam pela sua capacidade de trabalhar em prol da nossa cidade e o Professor Lisboa já demonstrou enorme capacidade durante os 4 anos como vereador.” Destacou o parlamentar.
 

Lisboa agradeceu aos presentes e destacou a importância da integração entre a classe política e as comunidades. “Somente com essa união entre as classes política e social poderemos avançar no desenvolvimento da nossa cidade. Iremos caminha coerentes, seguindo nosso projeto partidário em busca de soluções para os problemas do nosso dia-a-dia.” Afirmou o pré-candidato a reeleição em 2016.


Professor Lisboa é um dos vereadores mais atuantes de São Luís. Dentre suas principais propostas estão a criação do Hospital Municipal do Homem (ideia que entra em fase experimental em São Luís), descentralização das unidades de marcação de consultas, criação de uma delegacia especializada em infrações penais de natureza racial, licença maternidade diferenciada para mães de bebês diagnosticados com microcefalia associada ao zica vírus.

--
Assessoria de Comunicação Deputado Federal Rubens Jr.
Gabinete Deputado Rubens Jr.
Telefone: (61) 3215-5574 - Fax: 3215-2574
    

Timbiras realiza "VI Conferencia Municipal da Cidade".


A Prefeitura de Timbiras por meio de todas as suas secretarias s realizou na sexta feira (27/05) durante todo o dia no prédio da AMBASS, no bairro são Sebastião a 6ª Conferencia Municipal da cidade de Timbiras, como etapa preparatória para a VI Conferencia Estadual das cidades, convocada pelo decreto Nº 31.293 – A, de nove de novembro de 2015, publicado em 10 de novembro de 2015, em acordo com a Lei nº 8.613 de 29 de maio de 2007, que cria o conselho Estadual das Cidades, em consonância com o regimento da 6ª Conferência Nacional e 6º Conferencia Estadual das Cidades. 
 
A Conferencia teve os seguintes objetivos e finalidades; propor a interlocução entre autoridades e gestores do Estado do Maranhão com os diversos seguimentos da sociedade sobre assuntos relacionados a política e o desenvolvimento urbano; sensibilizar e mobilizar a sociedade local para o estabelecimento de agendas, metas e planos de ação para enfrentar os problemas existentes no município; propiciar a participação popular de diversos seguimentos da sociedade, considerando as diferenças de sexo, idade, raça e etnia, para formulação de proposições e realização de avaliações sobre a função da cidade e da propriedade; propiciar e estimular a gestão democrática das políticas de desenvolvimento urbano do município, do Estado e da União. 
 

O prefeito Fabrício Araújo ressaltou a importância do evento que busca a interlocução entre os diversos seguimentos da sociedade Timbirense, pessoas que conhecem e vivem a realidade do município. ‘A nossa gestão sempre foi pautada no diálogo, buscando ouvir as pessoas e montando juntos uma agenda de ações consideradas mais urgentes e realmente necessárias. Hoje estamos novamente juntos para montar uma agenda de ações para serem defendidas na Conferencia Estadual e Nacional, e tenho certeza que a nossa pauta representa os maiores anseios do nosso povo.” Disse o prefeito. 

O representante do Conselho Estadual das Cidades, Nonato Moraes, falou sobre o tema da Conferencia Nacional que se estende para o Estados e Municípios visando discutir a função social das cidades, do ponto de vista da participação, da inclusão e cidades socialmente justas. “Viemos aqui para estimular a discussão das propostas a partir da realidade do município, com isso apontar ideias que possam resolver os problemas locais, os problemas Estaduais e Nacional. E graças a Deus tivemos uma resposta muito positiva do povo de Timbiras que participou ativamente desse processo de construção de ideias e sugestões realizada hoje aqui.” Afirmou o conselheiro Estadual. 

O senhor Raimundo Nonato disse que participar da construção de uma agenda de ideias e sugestões para resolver os problemas do município foi muito importante. “Foi de grande valia estar hoje aqui participando desse momento, que no futuro pode render bons frutos para a nossa cidade e zona rural, pois nós é que sabemos os principais problemas que enfrentamos, e os mais graves que precisão do apoio do Estado e Governo Federal.” Disse o lavrador.

Fonte: Asscom Prefeitura de Timbiras

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DA COPA NAZIOZENO APÓS 4 RODADAS:


domingo, 29 de maio de 2016

Menino picado por cascavel fica 12h à espera de UTI em hospital do Piauí

Criança teve insuficiência renal e foi transferida por precisar de hemodiálise.
Justiça expediu liminar determinando que hospital procurasse vaga.

Do G1 PI, com informações da TV Clube
Pai da criança acompanhou o menino durante todo este domingo no HUT (Foto: Reprodução/TV Clube)
Pai da criança acompanhou o menino durante todo este domingo no HUT (Foto: Reprodução/TV Clube)
A família de um garoto de 7 anos picado por uma cobra cascavel recorreu ao Plantão Judiciário neste domingo (29) em Teresina para conseguir internação da criança após o seu estado de saúde se agravar e ele precisar de uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Com quadro de insuficiência renal, a criança só conseguiu ser internada 12h após dar entrada na unidade de saúde.
Segundo o pai da criança, Claúdio Fernando da Silva Pires, o filho brincava com alguns colegas quando foi picado por uma cobra na terça-feira (24). A família é natural de Timbiras, no Maranhão. Ao buscar atendimento no hospital da cidade, foi administrado o soro antiofídico e o médico manteve a criança internada para observação.

Hospital Natan Portela (Foto: Reprodução/TV Clube)
Hospital Natan Portela (Foto: Reprodução/TV Clube)
O pai relatou ainda que o médico chegou a dizer que o seu filho estava bem. No entanto, o estado de saúde se agravou e o hospital solicitou a transferência para o Hospital de Doenças Tropicais Natan Portela, em Teresina.

Ainda conforme Claúdio Fernando, o menino teve duas paradas cardiorrespiratórias antes da transferência, fato não informado no prontuário enviado pelo hospital. Ao chegar no Natan Portela, a família foi informada que a criança precisaria de uma UTI e ainda passar por hemodiálise e solicitou uma nova transferência, desta vez para o Hospital de Urgência de Teresina.

Com a notícia de que no HUT também não tinha vaga na UTI, a família resolveu procurar a Justiça e conseguiu uma liminar determinando que o hospital internasse a criança, seja em leito público ou na rede privada.

Conforme a direção do HUT, o menino deu entrada às 6h deste domingo na unidade de saúde com insuficiência renal. Aos prantos, o pai da criança aguardava ainda por volta das 18h30 deste domingo que o filho fosse levado para a UTI. Somente após 12h de espera, o menino conseguiu a internação no Natan Portela.

Segundo o HUT, a criança realizou exames laboratoriais e fez no final da tarde a primeira sessão de hemodiálise. Em nota enviada, o HUT disse que a criança estava “respirando normalmente, com monitorização, frequência cardíaca normal, hemodinamicamente estável e em antibioticoterapia”, informou.

A direção do HUT esclareceu que o paciente foi encaminhado sem contato prévio entre as Centrais de Regulação dos Estados do Maranhão e Piauí e que a ausência deste tipo de procedimento coloca em risco a vida de pessoas.

Gilberto Albuquerque, diretor geral do HUT, explica que as transferências de pacientes sem prévio comunicado ou autorização pela Central de Regulação, conforme normas vigentes, prejudica o atendimento acarretando, inclusive, sérios riscos à saúde desses pacientes. “São casos que se repetem e o HUT não tem como assegurar este atendimento sem que ocorra esta comunicação entre as instituições”, ressaltou o diretor.

Leitos insuficientes

De acordo com os dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), o Piauí conta com 309 leitos de UTI’s, sendo 180 do Sistema Único de Saúde (SUS), menos da metade do que é preciso, segundo o que preconiza o Ministério da Saúde. Conforme o diretor do HUT, cerca de 10 pessoas precisam por dia de uma UTI na unidade de saúde.

A direção do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) afirmou ao G1 nesta segunda-feira (16) que em média três pessoas chegam diariamente com liminar judicial, obrigando a unidade de saúde a liberar vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O problema, segundo o diretor Gilberto Albuquerque, é que em muitos casos o paciente não possui indicação médica para ser internado em uma unidade de tratamento intensivo.

JOVEM DE PRESIDENTE DUTRA É EXECUTADO A TIROS EM UMA VAQUEJADA EM SÃO JOSÉ DOS BASÍLIOS



vitima
Vítima
LEANDRO, um dos integrantes do paredão de som, Paredão do Papai, que se apresentava em uma vaquejada, no povoado de Santa Luzia, município de São José dos Basílios-Ma, foi executado com quatro tiros a queima roupa, ontem (28/5), por volta das 20:30 horas, segundo informações de fontes daquele município. Todos os disparos teriam atingido o rosto de Leandro.

O executor após cometer o crime teria saído do local às pressas ao encontro de seu comparsa que o esperava em um veículo próximo. Eles teriam fugido em direção a cidade de Presidente Dutra. Não há nenhuma informação de que o executor tenha sido reconhecido por pessoas presentes no momento do crime.

A vítima é da cidade de Presidente Dutra e residia nas imediações do hotel Lion, sentido cidade de São Domingos, próximo a Casa Bela Construções.

Até o presente momento não se sabe as motivações do crime.

Fonte – Lobão

sábado, 28 de maio de 2016

Governo investe mais de R$ 4 milhões para qualificar cooperativas da agricultura familiar no Maranhão

O Governo do Estado, por meio do Departamento de Cooperativismo e Associativismo da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), validou 15 propostas de cooperativas e associações, através de chamada pública, para participarem do Programa ‘Ater Mais Gestão’ do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

O programa tem o objetivo de implementar assistência técnica e extensão rural (Ater) direcionada para qualificar a gestão de cooperativas da agricultura familiar visando seu fortalecimento e o acesso qualificado à comercialização de seus produtos. O investimento do programa no Maranhão é da ordem de R$ 4.038.266,09 para ser executado durante 36 meses.
Esse tipo de trabalho é importante para que as cooperativas da agricultura familiar aprimorem suas práticas de gestão, de modo a alcançarem melhores resultados de mercado e renda para seus cooperados. A qualificação das cooperativas vai garantir o acesso a mercados, especialmente ao aberto pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Segundo o secretário de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, com o apoio do Governo do Estado a agricultura familiar vem crescendo e conquistando espaço no Maranhão. “Com o incentivo da gestão do governador Flávio Dino, podemos oferecer ao nosso agricultor a qualificação da gestão, apoio ao fortalecimento e a inserção de organizações econômicas da agricultura familiar nos mercados institucionais públicos e privados e, consequentemente, consolidar a participação do homem do campo como competidor no mercado”, afirmou.
Políticas e programas voltados para a geração de renda têm incentivado cada vez mais a agricultura familiar a fortalecer sua base produtiva, comercializar produtos e assim aumentar a competitividade no mercado. Uma das maneiras de alcançar esse patamar é investir na qualificação de cooperativas e associações.

“Nos mercados privados, os produtos da agricultura familiar têm recebido cada vez mais reconhecimento, como resultado de acordos firmados entre o Ministério e redes nacionais e regionais de supermercados, com o objetivo de ampliar a oferta dos produtos da agricultura familiar, povos e comunidades tradicionais, neste segmento”, explicou o coordenador do Departamento de Cooperativismo e Associativismo da SAF, Johnny Santos.

Para atender às 15 propostas validadas pela chamada pública, o Programa ‘Ater Mais Gestão’ vai dispor de uma metodologia com abordagem multidisciplinar que permitirá a identificação e, logo, solução de qualquer problema técnico. A metodologia ajuda a aumentar a competitividade e ainda promover a sustentabilidade social e econômica de organizações da agricultura familiar.

--
Assessoria de Comunicação e Eventos - Ascom 
Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF)
Contato: +55 98 9182-3778

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Corpo de Papete é velado na Casa do Maranhão, em São Luís

O corpo do cantor e compositor Papete é velado nesta manhã de sexta-feira (27), na Casa do Maranhão, região central de São Luís (MA). O velório pera a família teve início nas primeiras horas da manhã, às 6h, reservado à família e amigos. Às 9h, o velório foi aberto ao público. Pela tarde, às 15h30, o cortejo segue rumo ao Cemitério Jardim da Paz, no Maiobão, onde o corpo será cremado a pedido do próprio artista em vida.

José de Ribamar Viana, o Papete, morreu na madrugada dessa quinta-feira (26), aos 68 anos, de insuficiência cardiorrespiratória, segundo informou a família. Papete lutava contra um câncer de próstata e estava internado no Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. O quadro havia piorado nos últimos dias. A Prefeitura de São Luís decretou luto oficial de três dias.

Amigos, fãs e artistas prestaram as últimas homenagens na despedida de uma grande referência da cultura popular do Maranhão. O amigo e também músico Chiquinho França destacou a trajetória do artista e a garra do cantor e compositor que manteve as atividades em pelo menos dois projetos, mesmo doente.
“Eu acho que o Papete foi inspiração para toda essa gama de artistas que apareceram depois dele. Papete é uma grande referência, não só para a música, mas como para a cultura, folclore. Eu tenho dito que ele trilhou a carreira dele sem muito egoísmo na questão de gravar os melhores compositores da sua geração, de chamar grandes músicos e fazer um rodízio com os músicos nos seus shows e seus trabalhos. Era um cara que ‘manjava’ muito da produção desde a criação, da composição, gravação em estúdio, do palco, a coisa da mídia, de como fazer com que a música tocasse”, disse Chiquinho França.

Corpo de Papete será cremado, a pedido do próprio artista (Foto: Danilo Quixaba/Mirante AM)
Corpo de Papete será cremado, a pedido do
próprio artista (Foto: Danilo Quixaba/Mirante AM)
Entre parceiros de música, surpresa. “Há poucos dias, ele lançou um livro, e por sinal estou nesse livro. Isso para mim foi um choque muito grande. Surpreendeu. Eu nem sabia que ele estava internado, doente. Eu desabei”, revelou a sambista e compositora Patativa.

Ninguém amou tanto sua terra, ninguém cantou com tanto amor sua terra do que Papete”
Tutuca, cantor “Papete como músico, reconhecido internacionalmente. Poucos músicos alcançam essa notoriedade. Então, Papete como músico foi um cara que tocou com todo mundo e foi considerado várias vezes um dos maiores percussionistas do munco. Só esse mérito já é uma honra para o Maranhão. Agora, como artista maranhense, acho que ninguém amou tanto sua terra, ninguém cantou com tanto amor sua terra do que Papete, principalmente nesse período tão importante no Maranhão que são as festas juninas”, destacou o cantor Tutuca.
tomou a frente da música popular maranhense e representou muito bem a música regional do Maranhão” Gerude, cantor “Ele com um tambor na mão, contava a história de todos os ritmos, no mundo todo. Era um cara completo, um cara fantástico, disciplinado, um cara que tomou a frente da música popular maranhense e representou muito bem a música regional do Maranhão”, ressalta o músico cantor Gerude.
Entre amigos, grandes histórias. “Cultura, musical e de amizade. Papete é uma referência na vida. Eu estudava em São Paulo, quando conheci Papete e sua música, e por incrível que pareça foi por meio dele que vim a ter mais familiaridade com a música do Maranhão. A partir disso, aprofundei meus conhecimentos nessa área. Papete foi o grande inspirador desse movimento de fazer os festejos juninos, a música do Maranhão deu uma linguagem mais popular, mas acessível. É uma perda muito grande”, disse o presidente do Conselho Deliberativo do Grupo Mirante, Fernando Sarney.

“Eu gostava muito do Papete. A cultura do Maranhão perde muito. Ele era um ícone da cultura do Maranhão”, afirmou o senador João Alberto (PMDB-MA).

José de Ribamar Nunes, o Papete, lidera o espetáculo. O músico já tem 40 anos de carreira e 23 discos lançados. (Foto: Divulgação/Eraldo Peres)
Músico tinha mais de 40 anos de carreira e 23
álbuns lançados (Foto: Divulgação/Eraldo Peres)
Trajetória

Papete nasceu em Bacabal – a 240 km de distância da capital –, e é uma das principais referências do São João do Maranhão, com canções e composições que marcaram gerações, como ‘Bela Mocidade’, ‘Boi da Lua’ e ‘Coxinho’. Seu trabalho mais destacado é ‘Bandeira de Aço’.

Papete foi reconhecido um dos melhores percussionistas do mundo, nos anos de 1982, 1984 e 1987, quando participou do ‘Festival de Jazz de Montreux’, na Suíça.

Mais recentemente, o cantor e compositor lançou um trabalho, intitulado ‘Os Senhores Cantadores, Amos e Poetas do Bumba Meu Boi do Maranhão’, que resgata a história dos cantadores de bumba meu boi do Maranhão.

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Chico do Foto é condenado de forma definitiva a mais de 03 anos de detenção e não pode mais recorrer da decisão.

20150228_115151


O ex-prefeito Francisco de Sousa Araújo, o Chico do Foto, foi condenado definitivamente na ação penal nº 51-37.2006.8.10.0134 a uma pena de detenção de 03 anos e 06 meses e multa no valor de R$ 1.191,56 por ter praticado crime contra a lei de licitações no ano de 1996 quando era prefeito de Timbiras. A decisão é definitiva e não cabe mais recurso.

Após 20 anos do cometimento do crime e de 10 anos de processo, chega-se finalmente ao desfecho desse caso que acabou na condenação do ex-prefeito, demonstrando que justiça lenta é justiça falha, pois a pena que era de 15 (quinze) anos de detenção e 266 (duzentos e sessenta e seis) dias-multa se reduziu a um pouco mais de 03 anos em regime aberto.

Detalhamos abaixo o passo a passo desse processo, desde sua condenação pelo magistrado de Timbiras e do recurso até a condenação final:

O FATO FOI RELATADO PELO MAGISTRADO DE TIMBIRAS DA SEGUINTE FORMA:
O ARGUMENTO

“o Tribunal de Contas do Estado, analisando a prestação de contas do exercício financeiro de 1996, da Prefeitura Municipal de Timbiras, sob a responsabilidade do denunciado, detectou a existência de várias irregularidades e ilicitudes cometidas na gestão pelo gestor na referida municipalidade, o qual teve a oportunidade de saná-las e não o fez”. Assevera que as ilicitudes praticadas consistem na ausência de licitação e de apresentação de comprovantes de realização de despesas e fragmentação de despesas. Sendo que, nas primeiras, “o denunciado, na condição de prefeito municipal, acabou por beneficiar pessoas e empresas previamente determinadas, não havendo qualquer justificativa para a não realização de prévio processo licitatório”. Afirma que “despesa sem comprovação é despesa não realizada, ou seja, é recurso com destinação incerta e, portanto, desviado de sua finalidade”, devendo incidir o disposto no art. 1º, inciso I, do Decreto-Lei nº 201/67. Alega que os incisos I e II, do art. 24, da Lei de Licitações, autorizam a dispensa de licitação para aquisições de pequeno valor, todavia, o ex-gestor, quando comprou, no mesmo mês, produtos de idêntico credor, cujos valores somados, ultrapassam o valor legalmente autorizado, fragmentou despesas que poderiam ter sido feitas em conjunto e concomitantemente, para não realizar processo de licitação. Sustenta que a autoria e materialidade delitivas encontram-se devidamente comprovadas pela documentação encaminhada pelo Tribunal de Contas e assim, requer a condenação do acusado”.

A CONDENAÇÃO

“Diante do exposto, levando em consideração as provas constantes os autos, restando provada a materialidade e autoria delitiva, JULGO PROCEDENTE o pedido deduzido na presente denúncia para CONDENAR FRANCISCO SOUSA ARAÚJO, brasileiro, casado, comerciante, ex-Prefeito Municipal de Timbiras, residente e domiciliado na Rua da Caema, nº 70, Anjo da Guarda, nesta cidade, dando-o como incurso nas penas dos artigos 89, da Lei nº 8.666/91 e 1º, inciso I e § 1º, do Decreto-Lei nº 201/67. Passo, então, nesse momento, a aplicar-lhe a sanção pertinente, na medida exata à sua reprovação, prevenção e repreensão pelo crime praticado, dosando-lhe a pena nos termos do disposto nos artigos 59 e 68, do Código Penal. DO CRIME DO ART. 89, DA LEI Nº 8.666/93 A) 1ª Fase: Circunstâncias Judiciais (Art. 59 do CP A) 1ª Fase: Circunstâncias Judiciais (Art. 59 do CP): A culpabilidade mostra um grau de dolo intenso, pois tinha plena condição de cumprir a norma e não o fez, cometendo o crime por pura ganância e desdenho para com a ordem jurídica e os interesses da sociedade. Quanto aos antecedentes não existe qualquer registro de sentença penal condenatória anterior com transito em julgado contra o acusado, mas apenas de ações penais ainda em tramitação. Poucos elementos foram coletados a respeito de sua conduta social e personalidade. O motivo do crime reside na ausência de zelo, cautela e responsabilidade na aplicação dos recursos públicos. As circunstâncias, porém, demonstram que o Réu, dolosamente, na condição de gestor municipal, fez pouco caso dos princípios constitucionais e mesmo do princípio republicano, vetores da atividade administrativa, ao deixar de realizar o necessário procedimento para a dispensa de licitação e, portanto, contratação direta, quando da realização de despesas públicas. As consequências são danosas para a Administração Pública e aos munícipes, pois representam verdadeira afronta ao controle dos atos da administração, em especial, no que diz respeito à publicidade e a moralidade, estas sendo garantias asseguradas a população. Não há o que ser considerado acerca do comportamento da vítima, no caso, o Estado. Dessa maneira, considerando a preponderância das circunstâncias desfavoráveis, fixo a pena em 4 (quatro) anos de detenção e 160 (cento e sessenta) dias-multa, calculado o dia-multa em um salário mínimo. B) 2ª Fase: Circunstâncias Legais: Não vislumbro a existência de agravantes e/ou atenuantes. C) 3ª Fase: Causas de Aumento e de Diminuição: Vislumbro a existência apenas de causa de aumento de pena, qual seja, aquela prevista no art. 71 do CP, pois o réu praticou o delito de forma continuada, a qual fixo em dois terços (2/3), tendo em vista o quantitativo de delitos, passando a pena definitiva para 6 (seis) anos e 8 (oito) meses de detenção e 266 (duzentos e sessenta e seis) dias-multa. À míngua de outras circunstâncias a considerar, torno a pena definitiva em 6 (seis) anos e 8 (oito) meses de detenção e 266 (duzentos e sessenta e seis) dias-multa. DO CRIME DO ART. 1º, INCISO I, DO DECRETO-LEI Nº 201/1967 A) 1ª Fase: Circunstâncias Judiciais (Art. 59 do CP): A culpabilidade mostra um grau de dolo intenso, pois estava ciente do seu dever e da importância das funções que exercia e exigência de um comportamento probo e adequado, ante a maior escassez de recursos e o alto grau de dependência da comunidade em relação aos serviços públicos. Quanto aos antecedentes não existe qualquer registro de sentença penal condenatória anterior contra o acusado, mas apenas de ações penais ainda em tramitação. Poucos elementos foram coletados a respeito de sua conduta social e personalidade. O motivo do crime reside na ausência de zelo, cautela e responsabilidade na aplicação dos recursos públicos e reprováveis, porque relacionados ao enriquecimento ilícito, de constante prática no exercício da res publica municipal. As circunstâncias, porém, demonstram que o Réu, dolosamente, na condição de gestor municipal, fez pouco caso dos princípios constitucionais e mesmo do princípio republicano, vetores da atividade administrativa, ao justificar despesas públicas sem a apresentação de qualquer documento comprobatório desses gastos. As consequências do crime são gravíssimas, seja pelo aspecto patrimonial, com prejuízo relevante ao Erário sem notícia de devolução mesmo parcial, seja pelo prejuízo social, de valor incalculável, vez que o município de Timbiras listas nas estatísticas oficiais entre os menores IDH do Estado. Não há o que ser considerado acerca do comportamento da vítima, no caso, o Estado. Dessa maneira, considerando a preponderância das circunstâncias desfavoráveis, fixo a pena em 7 (sete) anos de detenção. B) 2ª Fase: Circunstâncias Legais: Não vislumbro a existência de agravantes e/ou atenuantes. C) 3ª Fase: Causas de Aumento e de Diminuição: Vislumbro a existência apenas de causa de aumento de pena, qual seja, aquela prevista no art. 71 do CP, pois o réu praticou o delito por três vezes, ou seja, de forma continuada, a qual fixo em um quinto (1/5), tendo em vista o quantitativo de delitos, passando a pena definitiva para 8 (oito) anos e 4 (quatro) meses de detenção. À míngua de outras circunstâncias a considerar, torno a pena definitiva em 8 (oito) anos e 4 (quatro) meses de detenção. O regime de cumprimento da pena será, inicialmente, fechado, nos termos do disposto no art. 33, § 2º, alínea “a”, do CP, uma vez que somadas as apenas ultrapassam aos 8 (oito) anos de detenção, ou sejam, ficam em 15 (quinze) anos de detenção e 266 (duzentos e sessenta e seis) dias-multa”.

RECURSO E CONDENAÇÃO FINAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Em recurso ao tribunal de justiça do Maranhão, o ex-prefeito Chico do Foto conseguiu diminuir sua condenação dos 15 anos de detenção para apenas 03 anos e 06 meses.

ACÓRDÃO Nº EMENTA: Penal. Processual. Apelação. Crime na Lei de Licitações. Interrogatório do Réu. Realização antes da oitiva testemunhal. Denúncia ofertada antes da vigência da lei 11.719 de 2008. Cerceamento de Defesa. Inconfiguração. Preliminar. Rejeição. ****Art. 89 da Lei nº 8.666 de 1993. Despesas sem a observância de procedimento licitatório, fora das hipóteses previstas em lei. Acervo. Suficiência. Condenação. Manutenção. ****Art. 1º, inciso I do Decreto-Lei 201 de 1967. Desvio de rendas públicas. Insuficiência de Provas. Constatação. Absolvição. Imperatividade. ****Dosimetria da pena. Exacerbação. Retificação. Necessidade.

I – Ao constato de que ofertada a denúncia antes da vigência da lei nº. 11.719 de 2008, não há que se falar em cerceamento de defesa em razão da realização do interrogatório do réu antes da oitiva testemunhal em juízo. Preliminar rejeitada.

II – Se, suficiente o acervo a comprovar de maneira inconteste que pelo réu, à época, no exercício do cargo de prefeito municipal, realizadas despesas sem observância de procedimento licitatório fora das hipóteses previstas em lei, esbarrativo o se lhe imprimir de absolvição.

III – De outra forma, se insuficiente a coligida prova a comprovar suposto desvio de rendas públicas, imperativa a absolvição do réu a esse espeque.

IV – Fixada a pena do réu de forma exacerbada, sem que a isso declinado fundamentação suficiente, imperioso o se lhe imprimir de retificação.

Recurso a que se dá parcial provimento para o fim de que absolvido o apelante do crime previsto no art. 1º, inciso I do Decreto-Lei nº. 201 de 1967 e retificada a pena da condenação mantida pelo crime do art. 89 da lei nº. 8.666 de 1993. Unanimidade.

Fonte: oitimba.com

Preso cedo da manhã o prefeito de Nova Colinas por corrupção

Elano, prefeito de Nova Colinas,



Foi preso na cidade de Balsas, onde estava escondido, o prefeito de Nova Colinas, no Sul do Maranhão. Ele vinha sendo investigado por corrupção pela SECCOR.

O prefeito Elano Martins (foto acima) é acusado de fazer várias licitações forjadas no ramo de locação de máquinas pesadas para beneficiar a empresa MDF Ribeiro Dantas, pertencente a Maria de Fátima Ribeiro Dantas, mãe de Tiago Ribeiro Dantas, sócio  sócio de Elano Martins em escritório de advocacia.

O prefeito de Nova Colinas foi denunciado desde 2013 de reduzir o caráter competitivo das licitações para favorecer apenas uma empresa. Só a empresa da mãe de seu sócio ganhou dez processos licitatórios.

HOJE TEM SHOW GRÁTIS NA APEMT COM O CANTOR DEUSAMAR SANTOS.

Deusamar Santos
O cantor e compositor Deusamar Santos é um poeta brasileiro com mais de vinte anos de experiência tocando MPB, realizando shows e apresentações.

Com seis CDs gravados é um artista que consegue ser universal a partir do seu regionalismo e da sua originalidade.  

O Show Terra é uma atitude do cantor e compositor Deusamar Santos, uma ação que busca contribuir com a educação ambiental através da música e da poesia. O espetáculo é direcionado a educadores, estudantes, lideranças e formadores de opinião.
O projeto temo como objetivo contribuir com a educação ambiental através da arte, utilizando a música e a poesia como instrumento de conscientização e formação de cidadãos para que sejam capazes de conviver respeitosamente com a natureza.

O cantor vai se apresentar na noite de hoje quinta-feira 26 de maio no club da APEMT às 19:30hs em um show totalmente grátis,  a expectativa de um bom publico, pois trata-se de um Show Terra, e contara com a presença de artistas local.
 

Veja porque Corpus Christi é um grande feriado Nacional!

Corpus Christi (expressão latina que significa Corpo de Cristo[1] ) é um evento baseado em tradições católicas realizado na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes. É uma "Festa de Guarda" onde a participação da Santa Missa neste dia é, para os católicos, obrigatória, na forma estabelecida pela conferência episcopal do país respectivo.

A procissão pelas vias públicas, quando é feita, atende a uma recomendação do Código de Direito Canônico (cânone 944) que determina ao bispo diocesano que a providencie, onde for possível, "para testemunhar publicamente a adoração e a veneração para com a Santíssima Eucaristia, principalmente na solenidade do Corpo e Sangue de Cristo." É recomendado que, nestas datas, a não ser por causa grave e urgente, não se ausente da diocese o bispo (cânone 395).

História


Procissão de Corpus Christi em Moosburgo, na Alemanha, em 2005
A origem da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo remonta ao século XIII. O papa Urbano IV, na época o cônego Tiago Pantaleão de Troyes, arcediago do Cabido Diocesano de Liège, na Bélgica, recebeu o segredo da freira agostiniana Juliana de Mont Cornillon, que teve visões de Cristo demonstrando desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. Por volta de 1264, em uma cidade próxima a Orvieto (onde o já então papa Urbano IV tinha sua corte), chamada Bolsena, ocorreu o Milagre de Bolsena,[2] em que um sacerdote celebrante da Santa Missa, no momento de partir a Sagrada Hóstia, teria visto sair dela sangue, que empapou o corporal (pano onde se apoiam o cálice e a patena durante a Missa). O papa determinou que os objetos milagrosos fossem trazidos para Orvieto em grande procissão em 19 junho de 1264, sendo recebidos solenemente por Sua Santidade e levados para a Catedral de Santa Prisca. Esta foi a primeira procissão do Corporal Eucarístico de que se tem notícia. A festa de Corpus Christi foi oficialmente instituída por Urbano IV com a publicação da bula Transiturus em 8 de setembro de 1264, para ser celebrada na quinta-feira depois da oitava de Pentecostes.[3]

Para um maior esplendor da solenidade, desejava Urbano IV um Ofício para ser cantado durante a celebração. O Ofício escolhido foi composto por São Tomás de Aquino, cujo título era Lauda Sion (Louva Sião). Este cântico permanece até a atualidade nas celebrações de Corpus Christi.[4]

O decreto de Urbano IV teve pouca repercussão, porque o papa morreu em seguida, menos de um mês depois da publicação da bula Transiturus. Mas se propagou por algumas igrejas, como na diocese de Colônia, na Alemanha, onde Corpus Christi é celebrada desde antes de 1270. A procissão surgiu em Colônia e difundiu-se primeiro na Alemanha, depois na França e na Itália. Em Roma, é encontrada desde 1350.

A Eucaristia é um dos sete sacramentos e foi instituído na Última Ceia, quando Jesus disse: "Este é o meu corpo... isto é o meu sangue... fazei isto em memória de mim". Segundo Santo Agostinho, é um memorial de imenso benefício para os fiéis, deixado nas formas visíveis do pão e do vinho. Porque a Eucaristia foi celebrada pela primeira vez na Quinta-Feira Santa, Corpus Christi se celebra sempre numa quinta-feira após o vinho sangue de Jesus Cristo, em toda Santa Missa, mesmo que esta transformação da matéria não seja visível.

Corpus Christi é celebrado 60 dias após a Páscoa, podendo cair, assim, entre as datas de 21 de maio e 24 de junho.

A Festa no Brasil


Tapetes de Corpus Christi na cidade de Vera Cruz.

Procissão de Corpus Christi, durante a pausa para o Tantum Ergo em latim, em Pirenópolis, em Goiás, no Brasil.

Tapetes de Corpus Christi no Rio de Janeiro, Brasil.

Tapetes de Corpus Christi na cidade de Vera Cruz.

Confecção dos tapetes de Corpus Christi da Paróquia São Sebastião de Coronel Fabriciano, Minas Gerais.
Em muitas cidades portuguesas e brasileiras, é costume ornamentar as ruas por onde passa a procissão com tapetes de colorido vivo e desenhos de inspiração religiosa. Esta festividade de longa data se constitui uma tradição no Brasil, principalmente nas "cidades históricas", que se revestem de práticas antigas e tradicionais e que são embelezadas com decorações de acordo com costumes locais.

Em Pirenópolis, em Goiás, no Brasil, é uma tradição os tapetes de serragem colorida e flores do cerrado, cobrindo as ruas por onde passa a procissão de Corpus Christi. Também enfeitam-se cinco altares para a adoração do Santíssimo Sacramento e execução do cântico latino Tamtum Ergo Sacramentum. Esta procissão é acompanhada pela Irmandade do Santíssimo Sacramento e pela Orquestra e Coral Nossa Senhora do Rosário. É neste dia que o Imperador do Divino recebe a coroa para a realização da Festa do Divino de Pirenópolis, do ano seguinte.

Em Castelo, no estado do Espírito Santo, no Brasil, as ruas são decoradas com enormes tapetes coloridos formados por flores, serragem colorida e grãos.

O município de Matão, em São Paulo, no Brasil, é famoso por seus tapetes coloridos feitos de vidro moído, dolomitas, serragem e flores que formam uma cruz que se estende por 12 quarteirões no centro da cidade onde passa a procissão da eucaristia, um espetáculo que reúne fé, tradição, arte e beleza. No ano de 2011, Matão realizou a 63ª edição do Corpus Christi, onde mais de 70 toneladas de materiais foram usados para compor os desenhos. A expectativa dos organizadores é que o evento atrairia um público total de 80 mil pessoas. A praça de alimentação do evento fica por conta das entidades filantrópicas da cidade.

A cidade de Mariana, em Minas Gerais, no Brasil, comemora a festa de Corpus Christi enfeitando as ruas com tapetes de serragem e pinturas. No município de Coronel Fabriciano, os fiéis realizam a montagem dos tapetes de serragem que marcam o percurso da procissão nas ruas da região central da cidade, saindo da co-catedral São Sebastião. Tal manifestação mantém rituais originados na década de 1940 pela Paróquia São Sebastião e foi tombada como patrimônio cultural da cidade.[5]
As cidades paulistas de Jaguariúna, Monte Mor, Santo André, Santana de Parnaíba, São Joaquim da Barra, além da baiana Jacobina, também seguem o mesmo estilo, as ruas ao redor da matriz são enfeitadas com serragem, raspa de couro, areias coloridas - tudo o que a criatividade proporciona para este dia santo.

Em Caieiras, a juventude da cidade promove, com sua criatividade, tapetes que se estendem no trajeto da procissão deste solene dia, desde a Igreja Matriz de Santo Antônio até a Igreja de São Francisco de Assis, num trabalho que dura doze horas e que é coroado com a procissão luminosa em torno ao Santíssimo Sacramento.

Em Porto Ferreira, a festa tem como finalidade a partilha, em comunhão com as três paróquias da cidade. Arrecadam-se alimentos que integram os enfeites nas ruas por onde o Santíssimo Sacramento passa e, após a solenidade, são doados a famílias que são assistidas por pastorais, como a Pastoral da Criança e Pastoral da Saúde. Esta iniciativa é realizada desde 2008.

Em Borborema, em São Paulo, no Brasil, as ruas são decoradas com enxovais, bordados e artesanatos, produzidos pelas mais de 50 lojas e fábricas da cidade. Após a procissão, tudo é vendido e a renda revertida ao Lar de Idosos São Sebastião.

Em Vera Cruz (São Paulo), é tradição os tapetes de terra e serragem colorida. Desde 1937 a paróquia Sagrado Coração de Jesus organiza a decoração que cobre as ruas do centro da cidade, sendo um dos maiores tapetes do gênero no país, com mais de 700 metros de percurso e chegando a 30 metros de largura em alguns trechos.[6] [7]

Em Cabo Frio (Rio de Janeiro), a principal avenida da cidade é decorada com tapetes feitos de sal, colorido com tintas especiais. Esse processo é acompanhado de perto pela igreja matriz Nossa Senhora de Assunção e, além de ser uma grande festividade religiosa, atrai os olhares de moradores e turistas de toda a região.

Em Portugal

Em Portugal tradicionalmente é dia feriado. Em 2013, 14 e 15 o feriado foi retirado, regressando em 2016.[8]
Neste dia em todas as 20 dioceses de Portugal, fazem-se solenes procissões a partir da igreja catedral, tal como em muitas outras localidades, que são muito concorridas. Estas procissões atingem o seu esplendor máximo em Braga, Porto e Lisboa.
Ordenada por dom Dinis, a festa do Corpus Christi começou a ser celebrada em 1282, embora haja referências à sua comemoração desde os tempos de dom Afonso III.[9] Em Portugal, a festa de longa tradição era antigamente celebrada com danças, folias, e procissões em que o sagrado e o profano se misturavam. Representantes de várias profissões, carros alegóricos, diabos, a serpe, a coca, gigantones, ao som de gaitas de foles e outros instrumentos, desfilavam pelas ruas.[10] Das danças dos ofícios, em Penafiel, ainda se celebram o baile dos ferreiros, o baile dos pedreiros e o baile das floreiras.[11] [12]

Esta celebração tem uma conotação muito forte no Minho, particularmente em Monção e em Ponte de Lima.

Em Ponte de Lima, a tradição d´O Corpo de Deus perdura já há vários séculos.

O Corpo de Deus é celebrado no 60º dia após a Páscoa, ou mais correctamente na Quinta-feira que se segue ao Domingo da Santíssima Trindade (que, por sua vez, é o primeiro Domingo a seguir ao Pentecostes) seguindo a norma canónica. A diferença prende-se no facto de, no dia posterior ao feriado nacional, se realizar uma celebração, própria e exclusiva da vila, tendo sido decretado desde 1977 feriado para todos os Limianos.

As celebrações do Corpo de Deus realizam-se durante todo o dia, sendo os Limianos presenteados com uma procissão da parte da manhã e outra da parte da tarde em volta da vila e uma missa para todos os habitantes do Concelho no próprio dia, sempre ao meio-dia, na Igreja Matriz.
Em Braga, é também tradição, desde 1923, a presença maciça de Escuteiros do Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português, pois foi nessa procissão que os mesmos se apresentaram em público naquele ano.

Tapetes

Ver artigo principal: Tapetes de Corpus Christi

Tapete de Corpus Christi em Santos Dumont - MG.
Os tapetes de rua são uma tradição e manifestação artística popular realizada por fiéis da Igreja Católica, confeccionados para a passagem da procissão de Corpus Christi.

A tradição da confecção do tapete surgiu em Portugal e veio para o Brasil com os colonizadores.[13] Os desenhos utilizados são variados, mas enfocam principalmente o tema Eucaristia.

Para confeccionar os tapetes são utilizados diversos tipos de materiais, tais como serragem colorida, borra de café, farinha, areia, flores e outros acessórios.

Morre o cantor e compositor maranhense Papete


Papete

Morreu na noite dessa quarta-feira (25) aos 68 anos o engenheiro ambiental, cantor e compositor José de Ribamar Viana, o ‘Papete’. Papete lutava contra um câncer de próstata, diagnosticado este ano. O músico estava internado em um hospital em São Paulo, e o quadro havia piorado nos últimos dias.

O corpo de Papete deve ser transferido para São Luís ainda nesta quinta-feira (26), onde será velado na Casa do Maranhão, região central da capital maranhense.

Trajetória

Papete nasceu em Bacabal – a 240 km de distância da capital –, e é uma das principais referências do São João do Maranhão, com canções e composições que marcaram gerações, como ‘Bela Mocidade’, ‘Boi da Lua’ e ‘Coxinho’. Seu trabalho mais destacado é ‘Bandeira de Aço’.

Papete foi reconhecido um dos melhores percussionistas do mundo, nos anos de 1982, 1984 e 1987, quando participou do ‘Festival de Jazz de Montreux’, na Suíça.
Textos, fotos, artes e vídeos do Imirante.com estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação sem autorização do Imirante.com. O objetivo é proteger o investimento que o Imirante faz na qualidade de seu jornalismo. Para compartilhar esse conteúdo, por favor enviar um e-mail para: imirante@mirante.com.br
   
Mais recentemente, o cantor e compositor lançou um trabalho, intitulado ‘Os Senhores Cantadores, Amos e Poetas do Bumba Meu Boi do Maranhão’, que resgata a história dos cantadores de bumba meu boi do Maranhão.

Fonte: G1/MA

Governo promove dia de campo sobre tecnologia simples e sustentável em Santa Helena

Coordenador de Pesquisa da Agerp, Ronald Lazo, durante orientações sobre técnica de adubação verde
O Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), promoveu nesta quinta-feira, 24, um ‘Dia De Campo’ sobre transferência de tecnologia simples e sustentável, com o tema “Sistemas Integrados de Produção de Base Ecológica”, realizado na comunidade São Francisco, localizada a 34 km da sede do município de Santa Helena.

A propriedade do agricultor familiar, Amarildo Braga, foi o local escolhido para a instalação da unidade de referência tecnológica (URT) e realização do evento, que contou com cerca de 100 participantes, entre técnicos, estudantes e agricultores familiares dos 17 municípios atendidos pelo escritório regional da Agerp Pinheiro, mobilizador do Dia de Campo.
 
Agricultores familiares participam de Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção de Base Ecológica
Foi feito o plantio consorciado das culturas temporárias do arroz, milho, mandioca e feijão-caupi, amparado na técnica de adubação verde, com o uso da Crotalaria juncea, leguminosa que fornece nitrogênio e protege o solo da radiação solar, alternativa viável para aumentar a produção e fortalecer este modelo de agricultura sustentável e com tecnologia simples, apropriada à agricultura familiar.

Para Amarildo, ser visto como modelo para outras famílias rurais já é um avanço. “Antes trabalhava de forma bem inadequada, na ‘roça de toco’, nem sabia o que era cultivo sustentável, causava danos ao solo e não tinha a produção esperada. Com as práticas aprendidas, consegui melhorias não só para mim, mas para toda a população vizinha que pode fazer igual”, disse o produtor, selecionado como multiplicador de tecnologia pela Agerp.

De acordo com o coordenador de Pesquisa Agropecuária da Agerp, Ronald Lazo, responsável pelo plantio e orientador do Dia de Campo, a Agerp vem dando continuidade a um trabalho diferenciado, levando inovação para o campo. “Instalamos um sistema de cinco culturas consorciadas, com a introdução de tecnologias que podem permitir incrementos no produção, como a adubação verde, por meio da cobertura e devolução dos nutrientes do solo, feitas  pela Crotalaria Juncea;  inoculação do feijão caupi, com a bactéria de rizóbio, promovendo a fixação biológica de nitrogênio (FBN), evitando o uso de fertilizantes nitrogenado e melhorando a qualidade do solo, que será utilizado por diversos ciclos.”, explicou o coordenador.

O Diretor de pesquisa da Agerp, Sayd Zaidan, enfatiza a importância da troca de saberes, com base na valorização da cultura do cotidiano no meio rural, já internalizada pelo agricultor familiar, aliada ao conhecimento científico, levado pelas entidades de assistência técnica e pesquisa.

“Vivemos um novo momento, somando ao conhecimento existente no campo, o conhecimento conseguido nas universidades, repassado aos agricultores familiares por meio do diálogo e técnicas simples, que tem a capacidade de aumentar o potencial produtivo esquecido por tantos anos no Maranhão. Vamos implantar um modelo de conhecimento que provoque a mudança efetiva na realidade destas famílias”, disse o diretor.

Alexandre Frazão, gestor da regional Pinheiro, que assiste os agricultores familiares do município de Santa Helena, diz que o modelo de cultura básica estudado no dia de campo, promove a elevação da produtividade e preserva o meio ambiente, quase sem custo ao produtor. O gestor disse ainda que no total foram implantadas cinco unidades de referência tecnológica (URT) na regional: Santa Helena (02), Serrano do Maranhão (01), Bacuri (01) e Pedro do Rosário (01), beneficiando mais de 15 famílias de agricultores familiares.
 
Fonte: Agerp
 

Pages