MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
PUBLICIDADE

timbiras da sorte

timbiras da sorte
TIMBIRAS DA SORTE

sexta-feira, 24 de março de 2017

Acusado de homicídio em Timbiras é condenado a 13 anos em regime fechado.

Familiares pedindo justiça
Foi julgado nesta quinta-feira (23) em Timbiras, no prédio da Câmara Municipal durante todo o dia pelo Júri Popular, o réu Pedro Rafael Constância da Silva. Ele foi condenado a 13 anos em regime fechado por um homicídio contra a vítima do taxista Francisco Machado dá Silva, conhecido por Dazim registrado em 23 de fevereiro de 2014. Na ocasião, o motivo da morte de “Dazim, segundo informações publicada pelo site OITIMBA.COM, ocorreu durante uma briga próximo ao Clube do Mazinho no bairro Mutirão, a vítima e um rapaz não identificado discutiram e trocaram socos, em seguida, o acusado Rafael, teria ferido violentamente o taxista com um facão, que a perfuração chegou a atingir o coração e outros órgãos vitais.

A vítima, Francisco Machado dá Silva, ainda tentou dirigir o veiculo em que andava até o hospital, mas não resistiu e morreu minutos depois. O acusado Rafael, foi preso por volta das 08h da manhã daquela segunda-feira (24/02/14).

A sentença foi proferida pelo juiz Dr. Carlos Eduardo de Arruda e acompanhado pelo promotor Rodrigo Ronaldo Martins Rabelo da Silva. A defesa do réu foi realizada pela defensoria pública do Estado. 

O crime teve bastante repercussão na época, pois o taxista era muito querido na cidade.

Em sua pagina oficial do Facebook, a irmã de Dazim fez um desabafo, criticando a justiça do Brasil, mas agradeceu o papel do Ministério Publico Municipal. 

VEJA ABAIXO O DEPOIMENTO DA IRMÃ DA VITIMA:

Na imagem acima "Dazim com os filhos"






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages