MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
PUBLICIDADE

COIFEODONTO

COIFEODONTO
TIMBIRAS DA SORTE

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Secretário de Educação de Timbiras esclarece sobre falta de aula na zona rural

Por Acelio

Nós estivemos ontem, 3, na região do polo de Socó, na zona rural de Timbiras, município onde a falta de aula atinge, desde o início do ano letivo em fevereiro,  todos os 1.177 alunos do campo.

Por onde passamos, todas as crianças e adolescentes estavam em casa e não na escola sede do polo, a Gracho Alvim (pronuncia-se GRACO). Mais de 10 comunidades enviam seus filhos para estudarem nesta escola que estava sendo limpa por zeladoras preparando-se para receber estudantes à tarde, como prometeu o diretor do polo.

Ao voltarmos para a cidade de Timbiras fomos até a Secretaria de Educação ouvir o secretário Raimundo Nonato Sousa da Silva. Ele disse que o atraso no início das aulas foi a forma como recebera a pasta que hoje comanda.

Só na zona rural, apenas 22 das 47 escolas são de alvenaria, o restante é de pau-a-pique, em sua maioria sedes de associação de moradores cedidas pelos lavradores. Todas precisaram de reforma.

Disse que no Polo de Flores e Socó, onde estivemos, as aulas começariam ontem, 3. Quanto aos dois polos restantes com sedes em Bacaba e Lagoa Grande só na semana que vem por causa da falta de carteiras, mais de 900 tiveram que ser compradas para suprir a demanda rural. ASSISTA À ENTREVISTA COMPLETA:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages